Game Design para suas aulas

Por Rafael Lima

Usando Game Design pra planejar suas aulas:

Num game de puzzles, em que o jogador precisa pensar para achar uma solução, é importante que a progressão das fases não seja linear. Dê sempre a opção do jogador ter mais de uma fase (quebra-cabeça) para tentar resolver ao mesmo tempo.. assim quando ele não consegue achar a solução de um, ele pode tentar outro, e que seja possível ele “vencer” o jogo mesmo sem resolver todos os quebra-cabeças.

Se você forçá-lo a ter que resolver uma fase específica para ver o resto do jogo, ele pode ficar frustrado por não conseguir solucionar o quebra-cabeças e nunca mais voltar pro seu jogo – e enquanto é possível vencer o jogo sem resolver todos os quebra-cabeças, o desafio de bater todos fica como “prêmio maior”, gerando um estímulo maior de continuar a jogar.

Quando fizer uma lista de exercícios que seu aluno preciso pensar para resolver, é importante que os conteúdos não sejam tratados de forma linear dentro da lista, e que ele tenha liberdade de escolher fazê-los na ordem que quiser, inclusive escolher deixar de fazer um o outro caso queira – mas depois, quando se sentir mais confortável ou motivado, voltar a tentar resolvê-los como um desafio pessoal.

Se você força-lo a fazer todos , e de forma linear, talvez ele fique frustrado com um deles e acabe desistindo da sua disciplina.

E a propósito, se sua lista de exercícios não precisa fazê-lo pensar, mas apenas repetir informações dadas anteriormente, ela não tem razão de existir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s